All for Joomla All for Webmasters

EMAE revitaliza linha de transmissão de 230 kV da Usina Henry Borden

Com investimento R$ 2,1 milhões, projeto visa recuperar estrutura que funciona há pelo menos seis décadas

A EMAE deu início à revitalização da linha de transmissão que conecta o sistema de 230 kV da usina subterrânea ao de 88 kV da usina externa do complexo Henry Borden, através do anel de 230/88 kV. O investimento no projeto é de R$ 2,1 milhões e a empresa que está implantando as melhorias é a Hersa Engenharia.

 

As duas subestações são essenciais na recomposição de cargas na cidade de São Paulo, quando há contingências, como, por exemplo, um blackout, no Sistema Interligado Nacional – SIN, atendendo também o bombeamento para controle de cheias da Região Metropolitana de São Paulo, por meio do rio Pinheiros e usina Elevatória de Pedreira.

 

“Com a modernização, será possível melhorar a confiabilidade e disponibilidade do sistema, proporcionando flexibilidade operacional. Em operação há seis décadas, a linha de 230 kV é primordial para a interligação energética entre as duas usinas e suas respectivas subestações”, conta o diretor-presidente da EMAE, Marcio Rea.

 

Entre as melhorias que serão implantadas estão a instalação de novas conexões, isoladores, suportes, grampos, ancoragens, sinalizadores, além do reforço e recomposição estrutural mecânica, elétrica e das bases de concreto. A pintura anticorrosiva, revitalização das malhas e sistemas de aterramento, dos cabos condutores e dos sistemas de para-raios também estão incluídos no escopo do projeto.

 

“A operação foi necessária devido à exposição a um ambiente com características de umidade e agressividade climática da Serra do Mar, que acentuam o envelhecimento, corrosão e degradação estrutural e dos componentes”, explica o diretor de Geração da EMAE, Itamar Rodrigues.

 

Maio de 2022.