EMAE aprova alterações no regulamento do Plano de Suplementação de Aposentadorias e Pensões (PSAP)

Mudanças incluem a criação de um novo plano de contribuição Definida para novos empregados

 

Em reunião ordinária do Conselho Deliberativo e Assembleia Geral da Fundação Cesp, ambas ocorridas em 31 de janeiro, foi aprovada a reforma do regulamento do Plano de Suplementação de Aposentadorias e Pensões (PSAP-EMAE), foi aprovada pela maioria dos membros do Conselho Deliberativo. Com as alterações, esse plano será fechado para novas adesões, mas continua funcionando normalmente para todos os participantes atuais (ativos e assistidos), garantindo os benefícios previstos para todos, até o último beneficiário. O fechamento é importante, pois, com essa medida, reduz-se o risco de déficit atuarial, o qual pode ter impacto no bolso da empresa e dos participantes. Além disso, o fechamento segue uma tendência atual, na qual os planos nessa modalidade devem deixar de existir.

A adesão ao novo plano previdenciário - Plano de Aposentadoria de Contribuição Definida EMAE (Plano EMAE/CD) foi aprovado por unanimidade na Assembleia Geral Extraordinária. O plano criado é moderno, mais adequado ao perfil das novas gerações de trabalhadores, principalmente pela possibilidade progressiva de resgate das contribuições feitas pela empresa em caso de desligamento. É sempre importante ressaltar que os planos na modalidade contribuição definida não geram qualquer risco atuarial, algo benéfico para a empresa e os participantes. O novo plano é dirigido aos futuros funcionários da empresa, quando ocorrerem processos de admissão.

O Plano EMAE CD é o primeiro plano nessa modalidade criado e aprovado na Fundação Cesp. Ambas as matérias serão submetidas à PREVIC - Superintendência Nacional de Previdência Complementar, para aprovação formal prevista em lei, para passar a vigorar.